MENU
media

A artrite psoriásica, também chamada de artrite psoriática, é uma doença autoimunes que está relacionada a psoríase, podendo ocorrer ao mesmo tempo da própria psoríase ou de forma isolada. Tanto a artrite psoriásica, quanto a psoríase são caracterizadas por inflamações decorrentes do desequilíbrio na atividade das células e tecidos. Seus sintomas englobam lesões em diferentes regiões do corpo e elas têm evoluções distintas.


A artrite psoriásica acomete as articulações dos joelhos, tornozelos, cotovelos, dedos, ombros e até da coluna, causando dor e inchaço e, em casos mais graves, o comprometimento dessas estruturas. A artrite psoriática chega a acometer entre 20 a 30% dos pacientes com psoríase.


Segundos dados da International Federation of Psoriasis Associations (IFPA), cerca de um terço dos pacientes com psoríase pode desenvolver artrite psoriásica. Além disso, uma pesquisa da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, aponta a doença de pele, principalmente nos casos severos, como importante fator de risco para o mal reumático. Apesar dessas evidências, uma patologia não pode ser considerada precursora ou estágio evoluído da outra.


Uma publicação do site acadêmico WebMed também afirma que em até 70% dos registros, os pacientes convivem com a psoríase por até 10 anos antes de apresentarem artrite psoriásica. Os sintomas cutâneos são diagnosticados, em geral, antes das manifestações da doença reumática. Mas em cerca de 35% dos casos, a patologia reumática ocorre primeiro.


Tipos de psoríase

Psoríase em placa
Forma mais comum da doença, a psoríase em placa afeta 80% das pessoas que possuem a dermatose. É encontrada principalmente nos cotovelos, joelhos, costas e couro cabeludo.

Psoríase do couro cabeludo
A condição da psoríase do couro cabeludo é a mesma da em placas e atinge entre 50% e 80% da população que possui a doença. A psoríase do couro cabeludo varia de leve a muito grave.

Psoríase inversa
Esse é o tipo menos comum da doença e ocorre em forma de manchas vermelhas, brilhantes e lisas em torno das dobras da pele, normalmente nas axilas, virilha e sob o seio.

Artrite psoriásica

Estima-se que 30% das pessoas que possuem psoríase também desenvolvem a artrite psoriásica. Essa doença é caracterizada por dor, rigidez e inchaço em torno das articulações.

Psoríase eritrodérmica
A psoríase eritrodérmica é um dos tipos mais raros de ocorrer, mas um dos mais graves da doença. Ela pode aparecer em forma de manchas vermelhas escamosas que cobrem o corpo inteiro, comprometendo a proteção da pele.

Psoríase pustulosa
A psoríase pustulosa pode ocorrer por dois motivos: complicação da psoríase em placa ou resultado da interrupção do tratamento da doença. Esse tipo da doença aparece em menos de 5% das pessoas que a possuem.

Psoríase gutata
Esse tipo de psoríase atinge, na maioria dos casos, crianças e adolescentes e aparece como pequenos pontos vermelhos escamosos na pele. A psoríase gutata pode, posteriormente, transformar-se em psoríase em placas.

Comentários: 0

Sem comentários no momento =(

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado, fique tranquilo! *