MENU
media

Confira os conceitos mais usados quando o assunto é a doença

Na medicina, algumas palavras ou expressões técnicas podem, muitas vezes, não ser de conhecimento geral, tornando complexo o entendimento do problema pelo paciente. Por essa razão, com o auxilio da nutricionista do grupo Naturebas Nutrição, Luciana Candeia, respondemos Algumas dúvidas a respeito do diabetes e seus sintomas. Compreenda melhor e familiarize-se com os termos!


O que são endocrinopatias?

São doenças que afetam o sistema endócrino, que trabalha com os hormônios do nosso corpo, secretando ou transportando essas substâncias no organismo. Elas podem envolver problemas relacionados à tireoide e, também ao diabetes melitus.


Qual é a diferença entre glicemia e glicose?

“A glicose é um tipo de açúcar, obtido a partir do metabolismo de alimentos ricos em carboidratos. Já glicemia corresponde ao nível de glicose no sangue”, explica a nutricionista.
Como é possível explicar o que é metabolismo?
Para o organismo funcionar, é necessário que algumas reações químicas aconteçam. E aí que entra o metabolismo, controlando e orientando essas reações que podem se tratar da absorção de nutrientes, da síntese muscular, da degradação celular, da produção de hormônios ou das funções vitais como respiração e batimento cardíaco.


O que é glicemia de jejum?

É um dos exames mais utilizados para medir a quantidade de glicose no sangue, cujos níveis adequados para um organismo saudável estão entre75 e 99 ml/dL (miligramas por decilitro). Para realizar o exame, o paciente deve permanecer em um jejum de 8h e, após esse período, um profissional mede sua glicemia. Esse procedimento, aliado a exames complementares, auxilia o profissional a diagnosticar o diabetes.

O que é insulina?

“É o hormônio responsável por controlar a glicemia, reduzindo o seu nível no sangue ao promover o ingresso de glicose nas células”, reforça a nutricionista. Os portadores de diabetes do tipo 1, majoritariamente, e alguns com o tipo 2, devem fazer a reposição desse hormônio regularmente. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, a insulina humana (NHP e regular), utilizada no tratamento de diabetes atualmente, é desenvolvida em laboratório. A insulina chamada de ‘regular’ é idêntica à humana na sua estrutura. Já a NPH é associada a duas substancias ( protamina e o zinco) que promovem um efeito mais prolongado.

O que são as células-beta?

“Elas são responsáveis pela produção da insulina no organismo. Elas estão localizadas no pâncreas, mais especificamente em regiões conhecidas como Ilhotas de Langerhans”, segundo Luciana.

O que seriam a Hipo e a Hiperglicemia?

Conforme elucida a nutricionista, quando há alteração nos níveis indicados para a glicemia de jejum adequada, o individuo pode apresentar hipo ou a hiperglicemia. “A hipoglicemia é caracterizada por um nível anormalmente baixo de glicose no sangue, geralmente abaixo de 70 mg/dl”, reforça. Quando o resultado da glicemia de jejum ultrapassa os 100 mg/dL, pode haver indicação de hiperglicemia.


•    HIPOGLICEMIA
“Quando o individuo possui essa deficiência, alguns sinais físicos são percebidos como tremedeira, suores e calafrios, tonturas ou vertigem, irritabilidade, fadiga e dor de cabeça, podendo progredir rapidamente para confusão mental, delírios, taquicardia e , até mesmo, perda de consciência”, salienta Luciana.


•    HIPERGLICEMIA
“Já a hiperglicemia ao contrario da hipoglicemia, ou seja, os níveis de glicose se encontram aumentados no sangue, acima de 100mg/dl. A hiperglicemia pode acontecer quando é administrada uma dose não adequada de insulina par aum paciente com diabetes; em casos de resistência a insulina ( quando há dificuldade do corpo em utilizar a insulina que está sendo produzida); excesso de alimentação; carência de exercícios físicos; stress”, detalha a profissional.

Os sintomas provenientes do excesso de açúcar no sangue podem ser notados, também, na urina, mas, muitas vezes, passam despercebidos. “Pode haver elevação nos níveis de açúcar na urina (podendo atrair inclusive formigas ao vaso sanitário), aumento no volume de urina e vontade de urinar, bem como o aumento na sensação de sede”, finaliza Candeia.



RANGEL, Victória. Glossário Especial Para Diabéticos: Confira os conceitos mais usados quando o assunto é a doença. Plano Alimentar Diabetes. São Paulo: Alto Astral, a. 1, n. 2. p.4-5, 2018.
45

  • Nov 21, 2018
  • Category: Saúde
  • Comentários: 0
Comentários: 0

Sem comentários no momento =(

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado, fique tranquilo! *